NOTÍCIAS DA ASSEMBLEIA

Márcia requer informações sobre número de policiais em serviço

Notícias | Publicado em: 17/02/2017

A Segurança Pública está sempre presente na pauta da Assembleia tanto no plenário como nas ações dos parlamentares para garantirem a tranquilidade do cidadão. Esta semana, a deputada Márcia Maia (PSDB), que integra a Comissão Especial de Segurança Pública, requereu do Governador Robinson Faria (PSD) e do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Caio Bezerra, que seja enviada a esta Casa várias informações sobre o setor.

 “No ano passado tivemos o ano mais violento da nossa história com 1988 mortes. Isso já nos chama atenção porque já temos em menos de dois meses uma média superior a 2016. O Estado precisa, de fato, retomar oi controle da Segurança Pública. Um dos pontos de partida é reduzir o déficit da Polícia Militar do Estado, hoje próximo de cinco mil policiais, segundo a Associação de Cabos e Soldados, justifica Márcia.

A parlamentar quer saber o número de policiais civis e militares atualmente em serviço, o número de policiais cedidos a outros poderes, o déficit de policiais, o planejamento, as tarefas e as metas a serem desempenhadas em prol da Segurança Pública, a política de valorização dos operadores da Segurança Pública e as ações para a melhoria da infraestrutura das polícias militar e civil.

De acordo ainda com a deputada, a desestruturação do sistema prisional no Rio Grande do Norte remonta o descrédito da prevenção e da reabilitação do condenado. Ela acrescenta que “a prisão atualmente não consegue efetivar o propósito correcional da pena, passando a ser apenas uma escola do crime, sendo impossível a ressocialização de qualquer ser humano”.

Durante a reunião de instalação da Comissão Especial de Segurança Pública, a deputada Márcia Maia também defendeu a convocação de concursados da Polícia Militar.

"O momento é urgente e exige ações em curto prazo. Por isso, a realização da fase final do concurso com o curso de formação garantirá em 90 dias após o início, a presença de novos policiais nas ruas do nosso estado, uma importante ação de apoio à segurança da população", afirmou a socióloga e integrante da Comissão.

Segundo dados da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar, o déficit é de aproximadamente 5 mil policiais. Para a parlamentar, a convocação reduziria o déficit e funcionaria como uma resposta efetiva para o cenário atual de violência.

VOLTAR