NOTÍCIAS DA ASSEMBLEIA

Francisco do PT chama atenção para regulamentação do Fundeb

Notícias | Publicado em: 16/09/2020

O deputado Francisco do PT abordou, em seu discurso no horário das lideranças, durante sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (16), a problemática em torno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

“Eu quero iniciar minha fala dizendo que, há poucos dias, nós comemoramos a aprovação e sanção do Fundeb permanente e constitucionalizado. Foi uma luta de todos os segmentos que têm compromisso e fazem a Educação Pública do nosso País. Entretanto, a aprovação desse novo Fundeb ainda não nos dá a tranquilidade necessária para que possamos comemorar futuros avanços”, alertou o parlamentar.

Ele se mostrou preocupado também com os indicadores do Estado. “Eu, que sou professor da rede estadual, sei das nossas dificuldades. Em 2019, o crescimento do Fundeb foi até maior que nos anos anteriores. Mas, infelizmente, devido à situação em que foi deixada a nossa Educação pelos últimos governos, ainda vai demorar muito para recuperá-la. Um esforço gigantesco está sendo feito, mas veio também a pandemia, e nós sabemos que isso contribuirá para que esses indicadores sejam afetados”, lamentou.

Para o deputado, a sanção do Fundeb trouxe esperança para que a Educação do País avance, “mas só isso não basta; é preciso fazer a regulamentação”. “Hoje diversas entidades sindicais e estudantis têm levantado muita preocupação com a demora na regulamentação do Fundeb. Se isso não acontecer em tempo hábil, nós corremos o risco de perdê-lo no próximo ano. Então fica aqui o nosso apelo para que o Governo Federal possa se movimentar com urgência para fazer essa regulamentação, que é fundamental para a melhoria da Educação pública e básica do nosso País”, disse.

Ainda na ocasião, Francisco do PT criticou o discurso do deputado Kelps Lima (SDD), acusatório ao Governo do Estado, proferido na mesma sessão. “Eu ouvi atentamente as palavras do deputado Kelps e quero dizer que é muito fácil um parlamentar chegar aqui e levantar algo que não condiz com a realidade dos fatos. Primeiro, eu acho precipitado dizer que o governo está fazendo doutrinação de esquerda com policiais. Ora, todos nós sabemos que a maioria dos militares tem uma visão política muito nítida, inclusive em defesa de Bolsonaro. Então não faz sentido”, refutou.

Francisco disse ainda imaginar que o deputado Kelps “recebeu uma informação equivocada”. “Ou então ele vai precisar trazer provas, não para mim ou para esta Casa, mas para o povo do Rio Grande do Norte, sobre a gravíssima informação que ele deu. Outra coisa: ele falou que a governadora tem 82 policiais à sua disposição. Não é real. E depois eu vou trazer esses dados. Mas eu só quero lembrar que no governo passado eram 150 homens”, finalizou Francisco do PT.

VOLTAR